Transmissão de Campeonatos: Etapas necessárias para Operações Remotas

A operação de campeonatos presenciais fornece ao público, jogadores, colaboradores e parceiros algumas ferramentas: Palcos dinâmicos, efeitos de luzes e animação, equipes especializadas em som, produção de conteúdo e captura de imagens, bastidores, e dentre outros vários elementos que compõem os principais campeonatos de e-Sports no Brasil.

Porém, tudo isso foi necessário ser deixado de lado, quando a OMS (Organização Mundial da Saúde) decretou estado de pandemia, recomendando a todos os países do mundo a adotarem medidas restritivas de circulação, a fim de conter o avanço de contaminação do Covid-19.

As restrições obrigaram que toda a operacionalização de campeonatos de e-Sports passassem por restruturações e em alguns casos, paralisações temporárias, para adaptação e criação de medidas de segurança para garantir a integridade competitiva dos torneios e segurança de todos os envolvidos.

Empresas que faziam a transmissão desses campeonatos se viram diante de novos desafios, sendo o principal deles, talvez, executar ações que transformassem um megaevento presencial em transmissões capazes de passar o mesmo tipo de emoção e qualidade ao público. Segue abaixo alguns exemplos de ações que se fizeram necessárias para essa adequação:

Gestão Estratégica

Levando em consideração as alterações no ambiente externo (lockdown), foi necessária uma análise crítica do que realmente era preciso ter / fazer para entregar a transmissão na mesma qualidade, pontualidade e efetividade da operação presencial.

Segurança

O próximo passo era garantir que todos os envolvidos na operação de campeonatos conseguissem executar suas funções dentro de suas casas. Ir aos estúdios não era uma opção. Portanto, entrou em jogo o levantamento das ferramentas necessárias para a operacionalização: Computadores, cabos, softwares, conexão com a internet etc.

 Todos esses fatores foram levados em consideração e oferecidos aos colaboradores, para que pudessem entregar seu serviço na mesma qualidade de um evento presencial.

Adaptação

Talvez a fase mais difícil e que poderia gerar um artigo por si própria. Mas, quando falamos de adaptação neste contexto, estamos falando da criação de novos processos e na reformulação de antigos.

 Comunicação com os times, contas dos jogadores, servidores, intervalos, cortes de cenas, produção de conteúdo, playtests dentre outros processos que precisaram ser adaptados ou criados para se adequarem à nova realidade.

Resiliência

Mudanças tendem a sofrer resistências. É natural. Com a operação de campeonatos não seria diferente. Algumas coisas tiveram que ser postas em segundo plano em deterioração de outras.

Empresas e público tiveram que ser firmes frente aos mais variados desafios que surgiam. Não havia mais um “teto sobre nossas cabeças’’ ou um “chão sob nossos pés”. Tudo haveria de ser mudado para garantir a realização e a entrega da transmissão.

Dentre muitas dúvidas, a única certeza que as empresas responsáveis pela transmissão desses campeonatos tinham, era que somente em um ambiente propício à cooperação, confiança e parceria, entregaria transmissões de igual qualidade à uma operação presencial.

 As ações acima não se limitam a apenas quatro. Fazer a transição de uma operação presencial para a remota é um procedimento que exige pensar estrategicamente quais são os limites e possibilidades que envolvem todo o processo.

Todos sentem falta do palco, dos jogos de luzes, efeitos especiais e a troca de energia que somente uma transmissão presencial pode proporcionar. Tudo isso vai voltar e sabemos disso, mas por hora, manter-se atento e firmes frente aos desafios que essa missão traz é a melhor forma de agir.

A Whido passou pela transição de Operações Presenciais para Remota durante este período e tem  capacidade de fornecer as ferramentas necessárias para a realização de uma transmissão profissional da sua empresa ou marca. Entre em contato conosco e fale com um dos nossos especialistas! 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.